Terrine de Campagne

Em minha última viagem procurei muito por um livro de Terrines.  Foi bem difícil encontrar, e acabei descobrindo que não é um livro de receitas comum.  Dos que folheei, o melhor era um livro usado, que tinha terrines vegetais e de carnes diversas.  Escolhi para iniciar, naturalmente, a terrine de campagne.




Terrine de Campagne
(do livro Vous prendrez bien un peu d'terrine?)
:: 1 terrine de 1kg

  • 400g de toucinho de porco
  • 300g de lombinho de porco
  • 300g de fígado
  • camada de gordura da carne de porco
  • 4 cebolas
  • 4 cebolas roxas
  • 3 dentes de alho
  • 5 galhos de salsa 
  • 2 galhos de tomilho
  • 1 folha de louro
  • 50ml de rhum
  • 2 ovos
  • 100ml de creme de leite fresco
  • azeite de oliva
  • noz moscada moída
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • sal, pimenta do reino

Derreter o açúcar no rhum.  Descascar as cebolas e o alho.  Picar grosseiramente tudo e dourar no azeite de oliva, depois juntar o rhum adoçado, flambar e deixar caramelizar.

Moer, no furo grosso do moedor, as carnes juntas.  Acrescentar à carne os ovos, o creme de leite e a noz moscada moída.  Misturar tudo com o caramelado de cebolas com alho e temperar: picar a salsa, tirar os cabos do tomilho e misturar tudo.
Moldar as carnes na terrine, pousar por cima a folha de louro e fazer um quadriculado com tiras de gordura do porco (barde).

Colocar no forno a 180 graus, em banho maria, para assar durante 2 horas.  Guardar a terrine na geladeira, montada, por 2 dias antes de consumir.  Esse tempo é necessário para redistribuir a gordura em toda a terrine.


Comentários

Postagens mais visitadas