Hachis parmentier

O nome não dá nenhuma dica, mas traduzindo para uma comida que conhecemos, é o escondidinhoHachis quer dizer picado.  E Parmentier é o sobrenome de Antoine-Augustin, que introduziu a batata como alimento humano na culinária da Europa, principalmente na francesa.  Toda receita que tiver em seu título parmentier usa batata, principamente em forma de purée.



Hachis Parmentier
(ligeiramente adaptado do livro Petit Larousse de la Cuisine)
  • 1kg de purée de batata
  • 2 colheres (sopa) de creme de leite
  • 3 colheres (sopa) de óleo de canola ou azeite
  • 600g de carne moída
  • 2/3 xícara de molho de tomate tipo italiano
  • 200ml de caldo de carne
  • 2 cebolas
  • 60g de manteiga (40 + 20)
  • farinha de rosca
  • sal, pimenta do reino
Preparar o puré de batatas, amassado com um pouco de manteiga (40g) e juntar o creme de leite.

Picar as cebolas.  Refogar as cebolas na panela com o óleo, juntar a carne e temperar com sal (pouco) e pimenta.  Quando a carne estiver toda dourada, e os líquidos da panela estiverem quase secos, acrescentar o caldo de carne e o molho de tomate pronto.  Tampar a panela e deixar cozinhando até a carne ficar macia e o líquido reduzir, mas não secar.  Destampar, acertar o sal.  Desligar o fogo e reservar.


Pré-aquecer o forno a 275 graus.  Untar uma travessa refratária com manteiga, espalhar a carne moída, cobrir com o purê de batata.  Salpicar pela superfície a farinha de rosca e pequenos pedacinhos de manteiga (20g).  Gratinar por 15 minutos ou até que forme uma crosta.


Meus comentários:
Não usei a farinha de rosca e manteiga no final, porque não gratinei.  Levei ao forno para esquentar e secar o purê.

Sempre que posso, não uso caldo pronto, por causa do sal.  Prefiro temperar a carne moída antes de fritar, e acrescento água junto do molho de tomate pronto, para fazer o molho.

Comentários

Postagens mais visitadas