Clafoutis de tomate grape

Estou com essa foto separada há um bom tempo tentando lembrar de onde veio a receita.  Anotei, quando fiz, as quantidades que usei.  Era uma tartelette que fiz sem a massa.   Estava com vários pacotes de queijo emmental na geladeira, e queria algo com esse ingrediente.  Na época, não conhecia tomate grape, até uma amiga me contar que era mais adocicado que o tomate cereja.  Comprei para experimentar e hoje em dia raramente compro o cereja.


Clafoutis tomate grape
Clafoutis de tomate grape
  • 1 caixa de tomate grape
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 cebola picada
  • 200g de queijo emmental ralado em tiras grossas
  • 2 ovos
  • 1 pitada de noz-moscada
  • 1/2 colher (café) de ervas de Provence
  • sal e pimenta do reino
  • manteiga para untar as formas
Cortar a cebola em pedaços pequenos e dourar na frigideira com azeite.  Reservar.

Em uma saladeira, bater os ovos como omelete usando um fouet ou batedeira.  Acrescentar o creme de leite, ervas de Provence, noz-moscada, sal e pimenta do reino.  Bater mais um pouco para formar um creme.

Untar as formas com manteiga e arrumar os tomates grape dentro, cortados pela metade, cobrindo todo o fundo e bem juntos.  Juntar a cebola.  Cobrir com uma camada de queijo emmental ralado grosso.  Derramar por cima o creme de leite com ovos e temperos, até cobrir os tomates e queijo.  Cobrir tudo com uma camada fina de queijo emmental ou parmesão ralado. 

Colocar em forno pré-aquecido a 200 graus e assar por 15-20 minutos até que o interior fique firme e que quando espetar um garfo para testar, este saia seco.

Desenformar ainda quente, com a ajuda de um garfo, e colocar em pratos individuais.  Servir como entrada, acompanhamento de uma salada ou como acompanhamento de uma carne.


Comentários

Postagens mais visitadas