Purée de Baroa



Batata baroa tem um nome estranhíssimo em francês: arracacha ou pomme de terre-céleri.  Não é pra decorar, nem tento, mas procurei saber caso me deparasse com esse ingrediente em uma receita.   Bom, isso é o que mais acontece: ver um ingrediente e não fazer a menor idéia se é do reino vegetal ou animal ou se é industrializado.  Batata é que nem cogumelo, existem tantas variedades lá fora que a gente nem sabe traduzir direito.

Esse purée combina divinamente com carnes vermelhas, principalmente a de pato, que sempre pede um molho ou acompanhamento adocicado.  Uma boa pedida, além do purê, é acrescentar mini cebolas caramelizadas, post que ainda publicarei.



Purée de Baroa
  • 4-6 batatas baroa 
  • 1/2 xícara de leite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
Lavar bem e descascar as batatas e colocar para cozinhar em água com um pouco de sal.  Deixar ela ficar bem cozida, até espetar com a ponta de uma faca e ela entrar facilmente.  Desligar o fogo escorrer a água da batata.

Escolher uma das duas formas de amassar a batata: 
  1. usar um amassador de batatas que faz o trabalho dentro da própria panela;
  2. ou colocar a batata em um processador de alimentos para transformá-la em purée.  
A segunda forma deixa o purée mais liso e de consistência mais viscosa.

Devolver o purée para a panela, juntar a manteiga e mexer enquanto ainda está quente para dissolver.  Ligar o fogo, colocar o leite e mexer até incorporar.  



Comentários

Postagens mais visitadas